PLR 2010/2011

  Reforçamos aos companheiros que na última assembléia realizada em 20 de abril de 2011, a categoria ecetista capixaba aprovou a PLR/2010 e rejeitou a PLR/2011, dessa forma levaremos a discussão da PLR/2011 para a próxima data-base, onde ganharemos poder de barganha maior e iremos discutir um novo acordo coletivo, mas com a possibilidade de conferir se haverá a realização do concurso e das contratações por meio deste. Seguindo orientação da FENTECT, estamos entre a espera da manifestação positiva por parte da ECT, caso isso não ocorra até o dia 03/05/2011, será realizada uma assembléia para a deflagração de greve, tendo em vista que nessa data finda o prazo de avaliação solicitado pela própria ECT.

Comissão Permanente de Negociação
Quadro Parcial das Assembléias de 19 e
20/04/2011 – PLR/2010
SINDICATO Resultado
AC  Aprovou a Proposta da FENTECT
AL  Aprovou a Proposta da FENTECT
AM  Rejeitou as propostas
BA   Aprovou a Proposta da FENTECT
BRU Aprovou a Proposta da FENTECT
CAS  Rejeitou as propostas
CE    Rejeitou a proposta
DF    Rejeitou as propostas
ES    Aprovou a Proposta da FENTECT
GO  Aprovou a Proposta da FENTECT
JFA Aprovou a Proposta da FENTECT
MA Aprovou a Proposta da FENTECT
MG  Rejeitou as propostas, aprovou
assembléia geral permanente.
MT  Rejeitou as propostas
MS  Aprovou a Proposta da FENTECT

PA  Aprovou a Proposta da FENTECT
PB  Rejeitou as propostas
PE Rejeitou as propostas
PI Rejeitou as propostas
PR Aprovou a Proposta da FENTECT
RJ Rejeitou as propostas
RN Aprovou a Proposta da FENTECT
RO Aprovou a Proposta da FENTECT
RPO Aprovou a Proposta da FENTECT
RR Rejeitou as propostas
RS Rejeitou as propostas
SC Rejeitou as propostas
SE  Rejeitou as propostas.
SJO Rejeitou as propostas
SMA Aprovou a Proposta da FENTECT
SPM Aprovou a Proposta da FENTECT
STS Aprovou a Proposta da FENTECT
URA Vai fazer Assembléia em 25/04.
VP Rejeitou as propostas
TO Aprovou a Proposta da FENTECT

Anúncios

PLR 2010 – RESULTADO NACIONAL

Na última assembleia, realizada
no dia 20 de abril de 2011, a categoria presente aprovou a PLR/2010 e recusou a
proposta da ECT para PLR/2011. A categoria e o SINTECT/ES consideram que,
qualquer discussão sobre a PLR/2011 deve ser levada para a da data-base, onde
teremos maior poder de barganha contra a ECT.

Em comunicado da FENTECT, os
sindicatos que seguiram essa tendência somaram 19, assim, a FENTECT irá levar
ainda hoje, 25 de abril de 2011, a proposta à ECT. Temos a expectativa de
pagamento para o mês de abril, respeitando os critérios aprovados.

O SINTECT/ES reforça o seu
compromisso com a categoria e volta a lembrar que está a disposição da
categoria para quaisquer esclarecimentos.

Comissão Permanente de Negociação

Quadro Parcial das Assembléias de 19 e 20/04/2011 – PLR/2010

SINDICATO

Resultado


AC

Aprovou a Proposta da FENTECT e o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


AL

Aprovou a Proposta da FENTECT e o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


AM

Rejeitou as propostas e aprovou o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


BA

Aprovou a Proposta da FENTECT e o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


BRU

Aprovou a Proposta da FENTECT e o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


CAS

Rejeitou as propostas e aprovou o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


CE

Rejeitou a proposta da ECT e aprovou o estado de greve.


DF

Rejeitou as propostas e aprovou o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


ES

Aprovou a Proposta da FENTECT e o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


GO

Aprovou a Proposta da FENTECT e o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


JFA

Aprovou a Proposta da FENTECT e o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


MA

Aprovou a Proposta da FENTECT e o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


MG

Rejeitou as propostas, aprovou assembléia geral permanente.


MT

Rejeitou as propostas e aprovou o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


MS

Aprovou a Proposta da FENTECT e o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


PA

Aprovou a Proposta da FENTECT e o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


PB

Rejeitou as propostas e aprovou o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


PE

Rejeitou as propostas e aprovou o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


PI

Rejeitou as propostas e aprovou o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


PR

Aprovou a Proposta da FENTECT e o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


RJ

Rejeitou as propostas e aprovou o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


RN

Aprovou a Proposta da FENTECT e o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


RO

Aprovou a Proposta da FENTECT e o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


RPO

Aprovou a Proposta da FENTECT e o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


RR

Rejeitou as propostas e aprovou o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


RS

Rejeitou as propostas e aprovou o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


SC

Rejeitou as propostas e aprovou o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


SE

Rejeitou as propostas.


SJO

Rejeitou as propostas e aprovou o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


SMA

Aprovou a Proposta da FENTECT e o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


SPM

Aprovou a Proposta da FENTECT e o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


STS

Aprovou a Proposta da FENTECT e o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


URA

Vai fazer Assembléia em 25/04.


VP

Rejeitou as propostas e aprovou o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.


TO

Aprovou a Proposta da FENTECT e o estado de greve com indicativo de greve para 27/04.

Informe 022 da Fentect – Assunto PLR

Segue a reprodução do inorme oficial da FENTECT:

Companheiros(as), nesta quarta-feira, dia 13/04, aconteceu mais uma reunião de negociação da PLR/2010. Nesta reunião o coordenador de negociação da PLR, Sr. João Rocha, relatou que a proposta final foi submetida à REDIR – Reunião de Diretoria – e aprovada, porém a mesma foi submetida à avaliação do DEST (Departamento de Controle das Estatais), que dará o aval final. A Comissão de negociação da ECT apresentou os critérios para pagamento da PLR/2010, os quais seguem a baixo:

Critérios para o pagamento da PLR 2010

70% linear na parcela individual e 30% na parcela corporativa, ou seja, 30% está garantido linear a todos as pessoas;

Licença maternidade, pagamento integral;

Acidente de Trabalho/licença adoção, pagamento integral;

Licença tratamento de saúde (auxílio doença) 180 dias, pagamento integral. Caso esta licença ultrapasse os 180 dias no ano, o pagamento será proporcional aos dias trabalhados;

Faltas injustificadas, desconto de 10% a cada falta sobre os 70% da parcela individual;

Liberação de dirigente sindical, com ou sem ônus, pagamento integral;

Lei de greve (greves nacionais e regionais que cumprirem os tramites legais), pagamento integral;

Suspensão, perda de 25% a cada dia suspenso;

Demissão por justa causa, não recebe;

Diferença entre a menor e a maior PLR será de no máximo de 5 vezes;

Demissão no período de contrato de experiência, não recebe.


Critério para o pagamento da PLR – 2011

70% linear na parcela individual e 30% na parcela corporativa, ou seja, 30% está garantido linear a todos as pessoas;

Licença maternidade, pagamento integral;

Acidente de Trabalho/licença adoção, pagamento integral;

Licença tratamento de saúde (auxílio doença) 180 dias, pagamento integral. Caso esta licença ultrapasse os 180 dias no ano, o pagamento será proporcional aos dias trabalhados;

Faltas injustificadas, desconto de 10% a cada falta sobre os 70% da parcela individual;

Liberação de dirigente sindical, com ou sem ônus, pagamento integral;

Lei de greve (greves nacionais e regionais que cumprirem os tramites legais), pagamento integral;

Suspensão, perda de 25% a cada dia suspenso;

Demissão por justa causa, não recebe;

Diferença entre a menor e a maior PLR será de no máximo de 5 vezes;

Demissão no período de contrato de experiência, não recebe.

Inclusão do GCR, ou seja, para os trabalhadores que se enquadram nas classificações:

Altamente qualificado e qualificado receberão 100% da parcela individual.

Os empregados que tendem a qualificado, recebem 90% da parcela individual;

Os empregados não alinhados recebem 70% da parcela individual.

Ao final da reunião o membro da Comissão da ECT, senhor Luiz Eduardo (CE), disse que não está autorizado a falar sobre valores porque não recebeu a autorização para apresentação da proposta.

Disse ainda que até a próxima sexta-feira, 15/04, a empresa passará uma proposta de valores concreta.

A FENTECT, neste momento, mantém os sindicatos informados sobre o andamento das negociações e assim que receber a proposta encaminhará a mesma para ser submetida às assembléias do dia 19 de abril.

PROGRAMAÇÃO DIA INTERNACIONAL DO(A) TRABALHADOR(A) – 1º MAIO DE 2011

 

Segue a programação que nossa categoria participará:

 

09:00 – Concentração na Praça dos Namorados

10:30 – Caminhada dos(as) Trabalhadores(as)

12:00 – Abertura Oficial

12:30 – Bandas Gospel Rayssa e Rangel

Bruna Orly

14:00 – Banda Estadual – Flávia Mendonça

15:30 – Ato Político

16:00 – Banda Nacional – Grupo Nosso Sentimento

 

 

PARTICIPE!!!!

 

 

CUT/ES e SINTECT/ES

Assédio Moral

Como acontece o Assédio Moral

A prática é reconhecida por diversos órgãos como a Organização Mundial de Saúde (OMS) que a define como “o uso deliberado de força e poder contra uma pessoa, grupo ou comunidade que causa danos físicos, mentais e morais através de poder ou força psicológica gerando uma atitude discriminatória e humilhante”.

Em sua maioria, impera em um ambiente de excessiva competetividade, sustentados por relações hierárquicas assimétricas e desiguais, que gera rivalidade entre os funcionários, como acontece na ECT, onde um plano de metas é usado, sendo que os gestores culpam os empregados que não atigem essas metas como responsáveis das falhas de logística da própria ECT. “O assédio ocorre independente do sexo, idade, cor e cargo. Qualquer pessoa pode ser vitimizada”, afirma a médica da USP.

Ninguém tem o direito de humilhar o outro indiferente das relações hierárquicas e quem participa ou tem conhecimento e se cala por medo de retaliações está sendo cúmplice dessa violência.

Assédio Moral no Serviço Público

No serviço público a situação tende a ser pior, devido às mudanças constantes de governo e nas administrações de cada setor da instituição, uma dificuldade enfrentada em todas as esferas do poder público.

De acordo com dados da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social (CNTSS-CUT), existem cerca de 20 tipos de vínculos trabalhistas no Brasil, todos convivendo no mesmo ambiente, sendo que alguns se acham melhores e com mais direitos do que os outros.

Um campo de batalha, difícil e complexo para atuar, com poucas leis contra a prática do Assédio Moral e as que existem são parcialmente cumpridas, além de as administrações públicas mostrarem se resistentes em tocar no assunto, tão praticado nas esferas do poder público.

Vale lembrar que os manuais da ECT não proíbem o assédio moral, nem o citam e o sindicato de categoria que reage contra essa ilegalidade, muitas vezes, é vitima de retaliações.