Trabalhadores aprovam estado e indicativo de GREVE por unanimidade no Espírito Santo

   Vários companheiros de diversos setores estiveram presentes na assembleia de avaliação da proposta da ECT e aprovação do estado e indicativo de greve. O governo acenou apenas com a reposição da inflação do período com uma proposta de 6,87%, vale lembrar que segundo o DIEESE, só o índice de inflação do período é de 7,16% e a categoria exige aumento real de salário e não apenas a reposição da inflação. Diante da proposta vergonhosa os trabalhadores votaram pela rejeição, aprovando o estado de greve e indicativo por unanimidade.

   No seu Primeira Hora, prevendo a posição da categoria na assembleia, a ECT usou sua velha prática de desmobilização, antecipando suas desculpas costumeiras. Cientes disso, os diretores esclareceram os pontos e reforçaram a necessidade da mobilização de nossa categoria, para que sejamos vitoriosos nesta luta. Os poucos avanços conquistados até agora não animam os trabalhadores que já se mostraram dispostos ao  enfrentamento.

   É importante ressaltar que a própria ECT comunicou que o lucro no primeiro semestre já cresceu 48,8% e que mesmo alegando uma política que também tem foco no empregado, não demonstra isso nas discussões do Acordo Coletivo com nossos representantes. A ECT hoje tem um dos menores quadros de funcionários dos últimos 10 anos e ainda assim se mantendo em uma permanente crescente, graças aos seus trabalhadores.

Anúncios

Negociações Coletivas 2011/2012 Correios – ECT – Eixos Econômicos

O companheiro Saul Gomes da Cruz (do comando de negociações) tem mantido contato permanente com o SINTECT/ES, para que haja acesso a todas as informações. Considerando que a comunicação é a arma mais importante de nossa categoria, tornamos publicos os esboço do próximo informe da FENTEC para o conhecimento de todos os trabalhadores.

Informe do comando, n°13 (rascunho)

 

A reunião foi iniciada às 14h30, dando prosseguimento ao processo de negociação do acordo coletivo de trabalho 2011/2012 com o debate das questões econômicas,item 1 ao item 14.O comando da FENTECT solicitou que a reunião referente às questões da mulher seja realizada no dia 18/08, das 09h às 18hs. E tambem ressaltou a sua reivindicação de que até a assinatura do acordo coletivo de trabalho 2011/2012, as cláusulas do acordo coletivo de trabalho 2009/2011 permaneçam vigentes.

 

Em discussão referente as cláusulas economicas não houve avanço na data de hoje. O Comando da Fentect e o Comando da Empresa redigiram nova redação para o § 2 da cláusula 58 (Trabalho em dia de repouso), A CRITERIO DO EMPREGADO, O DIA TRABALHADO NA FORMA DESTA CLAUSULA, PODERA SER TROCADO PELA CONCESSÃO DE 2(DUAS), FOLGAS COMPENSATORIAS, DEVENDO AS FOLGAS OCORREREM APOS NEGOCIAÇÃO PREVIA COM A CHEFIA IMEDIATA.

 

Ficou claro e evidente para este comando, que a comissão da ECT, hoje se comportou como quem não quer viabilizar as reivindicações dos trabalhadores,deixando claro sua intenção de reeditar a maiorias das cláusulas do presente acordo em vigência, dificultando assim os avanços sugeridos na pauta dos trabalhadores. É notorio que isto é de prache e de costume culpar os orgãos governamentais alegando total dependência quando trata-se de cláusulas econômicas.

 

 

Diante do exposto e da morosidade por parte da Empresa, este comando orienta aos Sindicatos a intensificar as mobilizações da categoria para a proxima assembléia 23/08, buscando pressionar a ECT, para atender a pauta dos trabalhadores, orientamos ainda para se atentar ao nosso calendario de lutas.

 

*******************************************************************************

 

Saul – Comando de negociações – Diretor Sindical Sincotrelba Bahia

PLR/2011 aprovada em assembleia no ES

Seguindo a orientação da FENTECT e levando a apreciação da assembleia esta aprovou os critérios da PLR/2011. Percebe-se que houveram avanços consideráveis, além da manutenção das conquistas da ultima PLR. Também é necessário compreender que temos que focar nossas forças na campanha salarial, para que possamos sair vitoriosos também nessa empreitada.

Observe o comparativo na tabela abaixo:

PLR/2010 Proposta PLR 2011
Parâmetros mínimo e máximo:

Atendidos os critérios, a diferença entre o

menos e maior valor não será superior a 5

(cinco) vezes.

Parâmetros mínimo e máximo:

Para efeito de cálculo, dentro da mesma filosofia utilizada para o pagamento da PLR, atendidos os critérios, a diferença entre o menos e maior valor não será superior a 5 (cinco) vezes

Licença Maternidade:

O período de licença maternidade/adoção será considerado como afetivo exercício para fins de recebimento da PLR

Licença Maternidade:

Manteve o mesmo critério do ano de 2010. O período de licença maternidade/adoção será considerado como afetivo exercício para fins de recebimento da PL

Pedido de Demissão:

Pagamento proporcional aos meses trabalhados em 2011

Pedido de Demissão:

Pagamento proporcional aos meses trabalhados em 2011.

Empregados Cedidos / Requisitados

Serão contemplados dentro dos mesmos critérios aplicados aos demais empregados

Empregados Cedidos / Requisitados

Serão contemplados dentro dos mesmos critérios aplicados aos demais empregados.

Liberação de Dirigentes Sindicais e delegados eleitos em assembléia para fóruns regionais ou nacionais.

Os períodos de liberação, com e sem ônus, serão considerados como efetivo exercício para fins de pagamento de PLR/2010

Liberação de Dirigentes Sindicais e delegados eleitos em assembléia para fóruns regionais ou nacionais.

Os períodos de liberação, com e sem ônus, serão considerados como efetivo exercício para fins de pagamento de PLR/2011

Suspensão Disciplinar

Perda de 25% para cada dia de suspensão.

Nesse caso, quem teve 4 ou mais dias de suspensão ficou sem o recebimento da parcela individual da PLR 2010

Suspensão Disciplinar

As suspensões serão computadas da seguinte forma:

– De 01 (um) até 10 (dez) dias de suspensão descontarse-ão os dias na proporção de 1/365 para cada dia de suspensão.

– Acima de 10 (dez) dias de suspensão, o empregado não fará jus a parcela individual da PLR 2011.

Desligamento no período de experiência:

Não faz jus ao recebimento da PLR

Desligamento no período de experiência:

Os empregados que foram desligados da ECT em 2011 no período de experiência farão jus ao pagamento daPLR proporcionalmente aos meses trabalhados em 2011, mediante requerimento do interessado, desde que apresentado em prazo de até 1 (um) ano após o desligamento.

Desligamento por justa causa:

Não faz jus ao recebimento da PL

Desligamento por justa causa:

Não faz jus ao recebimento da PL

Falta Injustificada:

Para cada dia de falta tem desconto de 10% sobre a parcela individual (70%)

Falta Injustificada:

Serão pagas com a aplicação de um redutor da parcela individual, da seguinte forma:

– De 01 (uma) falta até 05 (cinco) faltas, descontar-se-ão os dias faltosos na proporção de 1/365 para cada dia de falta;

– 06 (seis) faltas – o empregado receberá 40% da parcela individual a que tem direito;

– 07 (sete) faltas – o empregado receberá 30% da parcela individual a que tem direito;

– 08 (oito) faltas – o empregado receberá 20% da parcela individual a quem tem direito;

– 09 (nove) faltas – o empregado receberá 10% da parcela individual a que tem direito;

– 10 (dez) faltas ou mais – o empregado não fará jus à parcela individual a que teria direito

Acidente de Trabalho:

Os trabalhadores afastados por acidente de trabalho farão jus ao recebimento da PL 2010

Acidente de Trabalho:

Os dias de afastamento por acidente de trabalho, ocorridos no período de 01/01/2010 a 21/12/2011, serão considerados como de efetivo exercício para fins de recebimento da PLR 2011

Lei de Greve:

As faltas, ocorridas em função de paralisação, serão consideradas como de efetivo exercício, para fins de recebimento de PLR, desde que em consonância com a Lei de Greve (Lei 7.783, de 28 de junho de 1989)

Lei de Greve:

As faltas, ocorridas em função de paralisação, serão consideradas como de efetivo exercício, para fins de recebimento de PLR, desde que em consonância com a Lei de Greve (Lei 7.783, de 28 de junho de 1989).

Licença Médica:

Os períodos de afastamento por Licença Médica por até 180 (cento e oitenta) dias serão considerados como efetivo exercício para fins de pagamento de PLR. Após 180 dias de afastamento, o pagamento será proporcional aos dias trabalhados.

Licença Médica:

Os períodos de afastamento por Licença Médica por até 180 (cento e oitenta) dias serão considerados como efetivo exercício para fins de pagamento de PLR, a contar de 05 de julho de 2010. Após 180 dias de afastamento, o pagamento será proporcional aos dias trabalhados.

Modelo de Distribuição:

– 70% linear na parcela individual;

– 30% na parcela corporativa, ou seja, 30% estão garantidos linearmente a todos os trabalhadores

 

Modelo de Distribuição:

– 70% do montante a ser distribuído a título de pagamento da PLR/2011 corresponderão à parcela individual;

– 30% do montante a ser distribuído a título de pagamento da PLR/2011 corresponderão à parcela corporativa

  Adiantamento da Parcela da PLR 2011:

A antecipação do pagamento de parte da PLR 2011 será realizada no mês de dezembro de 2011, da seguinte forma:

– R$ 500,00 de antecipação no mínimo, ou 50% do valor da PLR/2011 para todos os empregados que atenderem aos critérios estabelecidos;

– Caso o valor da PLR destinada ao empregado seja inferior a R$ 500,00 será pago, a título de antecipação, 50% do valor de sua PLR/2011;

– Os empregados que não atenderem aos critérios estabelecidos para o pagamento da LR/2011, farão jus de até 50% da PLR, limitado esse valor à R$ 500,00;

– Os empregados que não queiram receber o pagamento da antecipação no mês de dezembro de 2011 deverão apresentar requerimento, até 10 de novembro do ano em curso, solicitando o recebimento em uma única parcela, a ser paga na data de 1° de Maio de 2012, condicionado as publicações legais do exercício financeiro de 2011 da

ECT

 

  Indicadores de Resultados:

Atingimento da média da meta da ECT nos seguintes indicadores (em relação à meta dos resultados globais da Empresa):

– DGV (desempenho geral de vendas);

– CRGT (cartas registradas tratadas);

– SXTR (sedex tratados);

– OSIT (objetos simples tratados);

– OQEE (objetos qualificados entregues pelo CEE).

  Indicadores Corporativos:

– Retorno sobre o Patrimônio Líquido – RPL;

– Valor Economicamente Agregado – EVA

  Vigência do Acordo de PLR 2011:

O acordo firmado tem validade de 12 meses, sendo seu período de apuração e abrangência de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2011, ressalvado o caso de acidentados do trabalho e licenças médicas