PCCS 95

Como publicado no boletim Pombo Correio 064, todos que ingressaram com a ação do PCCS/95 pelo sindicato necessitam fazer a substituição do kit jurídico com a máxima urgência.

O kit pode ser solicitado pelo e-mail: sintect.es@outlook.com

Para mais informações entre em contato com o sindicato nos telefones:

 (27) 3024-1345 / 3019-9346

Anúncios

Comando e ECT discutem cláusulas sindicais e fecham mais uma reunião do ACT/2014

Comando e ECT discutem cláusulas sindicais e fecham mais uma reunião do ACT/2014

22/08/2014

Nessa quinta-feira, dia 21 de agosto, ecetistas representantes do Comando de Negociação da Fentect sentaram, mais uma vez, com a direção da ECT para discutir o Acordo Coletivo 2014, na Universidade Correios. A discussão foi sobre as Relações Sindicais e foram debatidas as cláusulas “Acesso às Dependências”, “Conciliação de Divergências”, “Representantes dos Empregados”, “Desconto Assistencial”, “Fornecimento de Documentos”, “Liberação de Conselheiro do Postalis”, “Negociação Coletiva”, “Processo Permanente de Negociação”, “Prorrogação, Revisão, Denúncia ou Revogação”, “Quadro de Avisos” e “Repasse das Mensalidades do Sindicato”. 

Um dos maiores questionamentos dos trabalhadores é quanto ao sucateamento da empresa, nisso, inclui-se o estado da frota de veículos. Nesse sentido, o Comando analisou a importância de veículos completos, com ar condicionado, direção hidráulica, vidro elétrico e trava, para uso operacional, visando o bem-estar e a segurança do trabalhador. 

Para a Participação nos Lucros e Resultados (PLR), distribuição linear. “Gostaríamos de uma comissão com os trabalhadores para a apresentação dos resultados verdadeiros da empresa, porque somos nós que produzimos os lucros da ECT”.. 

As reuniões seguem na próxima semana, a partir do dia 26 de agosto, sobre as cláusulas Saúde do Trabalhador, Benefícios e Econômicas. 

FONTE: FENTECT

PLR: Vice-presidente do TST formula proposta sobre o PLR para negociação com a ECT

Vice-presidente do TST formula proposta sobre o PLR para negociação com a ECT

14/08/2014

O ministro do Tribunal Superior do Trabalho Ives Gandra Martins Filho recebeu, na manhã desta quinta-feira, dia 14 de agosto, os membros da Fentect para uma nova mediação sobre o pagamento do PLR/2013, ainda devido pela empresa aos trabalhadores. Conforme determinação do Tribunal, a reunião foi realizada na presença da Findect. Foi acordado, com o vice-presidente, que será proposto à empresa o valor mínimo de R$ 940,00 a ser pago ano a ano, aos funcionários, sobre 2013 e 2014, além disso, para 2015, critérios mais simples, sem avaliar ou julgar as faltas, com método linear, não sendo admitido parcela estratégica. “Realmente, muitos métodos de avaliação são mal utilizados e acabam visando apenas o lucro, não a produtividade do trabalhador. Vamos trabalhar com resultados. Todos vão receber”, afirmou o ministro. 

Para os trabalhadores, não é justificável o argumento da ECT sobre a queda do lucro. “A empresa é pública, com um regime, desde a época da ditadura, rigoroso, com metas absurdas. Se concordarmos com mais critérios para receber o PLR, vão nos pressionar mais ainda, resguardando privilégios a outros servidores”, ressaltou o secretário-geral da Fentect, José Rodrigues dos Santos Neto.  Outro ponto negativo para os ecetistas, é quanto à posição de uma empresa que gasta milhões com patrocínios e a manutenção da marca. “Ela fez a sua opção política de negócio, mas os trabalhadores não foram consultados. Penalizar-nos pelas decisões da má gestão da empresa é muito ruim”, alertou o representante do Rio de Janeiro, Joel Arcanjo Pinto. 

O vice-presidente do TST avisou que será realizada uma reunião com a ECT na próxima semana para apresentar as propostas levantadas durante o encontro de hoje, com os ecetistas. 

Fonte: FENTECT

ASSEMBLEIA REFERENDA PAUTA DE REIVINDICAÇÕES

Em assembleia realizada no dia 29 em Vitória os trabalhadores avaliaram e aprovaram a pauta Nacional de Reivindicação que foi constituída no congresso da categoria realizado de 16 a 19 de julho.
Pauta esta que foi construída com o apoio dos representantes do Espírito Santo, que estavam presentes no CONREP, estes levaram para o congresso as propostas enviadas ao sindicato pelos trabalhadores dos correios do estado, defendendo-as nos trabalhos em grupo e incorporando em nossa pauta de reivindicação.
Demonstrando que a pauta é o anseio da categoria, sua aprovação se deu por unanimidade em nossa assembleia.
Tendo como principais eixos econômicos:

• Reposição da inflação dos últimos 12 meses: 6.40%;
• Aumento real de 8%;
• Aumento linear de R$ 300,00;
• Reposição de perdas salariais desde 1994, segundo DIEESE de 11,3%, podendo ser parceladas
• Vale Alimentação de R$ 40,00 (valor facial);
• Vale-cesta de R$ 400,00;

Após a aprovação da pauta Nacional de Reivindicação foi referendado o comando Nacional de Mobilização e negociação conforme estatuto da FENTECT, Art. 63. I – O Comando Nacional de Mobilização e Negociação da Campanha Salarial será composto de 01 (um) membro de cada Sindicato filiado e 6 (seis) membros da Diretoria Colegiada da FENTECT. O representante membro do SINTECT-ES será o diretor Fischer Marcelo Moreira dos Santos.
Outros pontos da assembleia
Além da discussão sobre nossa campanha salarial também houve o debate de outros dois pontos importantes; vale cultura e periculosidade para os carteiros motorizados.
Vale Cultura
O sindicato deixou claro o seu posicionamento de que a ECT deve o retroativo aos trabalhadores. Anteriormente o sindicato havia solicitado que os trabalhadores não assinassem o termo de adesão caso o mesmo negasse o retroativo aos trabalhadores. Como esperado, houve alteração no MANPES retirando esse direito, o que na avaliação do nosso jurídico é ilegal e por esse motivo estamos cobrando judicialmente esses valores. A FENTECT por sua vez, encaminhou uma ressalva para ser anexada ao requerimento, provavelmente para uma possível ação da federação.
Periculosidade para carteiros motociclistas
Após um debate profundo com participação dos trabalhadores presentes, o sindicato informou que durante o XXXII CONREP várias conversas entre os sindicatos foram feitas e que nosso sindicato teria o apoio de diversos outros sindicatos de nossa categoria. Dessa maneira, o sindicato entrará com ações individuais e na primeira oportunidade bem sucedida entrará com ação coletiva, sendo seguido pelos demais sindicatos em seus respectivos estados.

Download Jornal da FENTECT com a pauta de reivindicações completa