Sindicato vai denunciar ECT ao Ministério Público por situação no CDD Carapina

Casos de ameaças contra os trabalhadores ecetistas têm se tornado comuns também nas unidades dos Correios. Só na última semana foram dois casos no CDD Carapina, localizado no município de Serra. Na segunda-feira (12) um trabalhador foi ameaçado por um homem armado que, exaltado, exigia receber sua encomenda que já havia saído para entrega. Na sexta-feira (17) um cidadão invadiu o salão de atendimento e precisou ser contido.

O atendimento ao público nos Centros de Distribuição dos Correios feito pelos próprios trabalhadores que, internamente cumprem também outras funções, acaba se tornando lento, pois há defasagem no número de efetivo da empresa. As filas ficam enormes e irritam aqueles que precisam retirar encomendas e correspondências no local, já que, além disso, não há estrutura para esse atendimento, o que expõe as pessoas a sol e chuva, sem local para sentar e aguardar.

Dessa forma, os trabalhadores ficam expostos a agressões verbais e até físicas de quem não entende que é a ECT a verdadeira responsável por esse transtorno. O setor jurídico do sindicato vai ingressar com uma ação no Ministério Público para denunciar a situação que prejudica tanto a categoria quanto a população. O Sindicato também já avalia fazer uma intervenção no CDD Carapina – onde houve mais casos de violência – para reivindicar segurança e melhorias no serviço.

A diretoria do SINTECT-ES acredita que a falta de interesse da ECT em negociar com os trabalhadores se deve aos planos de sucateamento da empresa para gerar na população o sentimento de descrédito e legitimar o discurso de privatização da estatal.

Anúncios

SINTECT-ES protocola ação contra processo de recrutamento dos Correios

O SINTECT-ES protocolou no fim da tarde desta sexta-feira (16) uma ação contra o processo de recrutamento interno divulgado pela DR-ES em boletim enviado no início da semana. De acordo com os critérios da empresa somente trabalhadores que já ocuparam determinados cargos de supervisão e coordenação podem participar do processo. Ou seja: um verdadeiro jogo de cartas marcadas!

ri-ect

Recrutamento interno da DR-ES parece jogo de cartas marcadas

O formato de recrutamento proposto vai totalmente contra a transparência e a lisura que se espera dos processos dentro da empresa. Pelo contrário, evidencia ainda mais a situação preocupante de uma estatal que foi tomada pelo aparelhamento de tal forma que já nem esconde seu uso para beneficiar amigos e aliados.

O sindicato também orienta todos os trabalhadores interessados em participar do recrutamento interno que, mesmo não atendendo aos requisitos do edital, façam a inscrição e em caso de indeferimento solicitem um comprovante para reforçarmos as medidas cabíveis.

O setor jurídico também já entrou com o pedido de liminar para a suspensão do atual processo a fim de que seja feito um novo edital verdadeiramente democrático e que contemple todos os trabalhadores. A ação e a liminar são estaduais. O número do processo é 0001941-21.2016.5.17.0003 e a primeira audiência está marcada para o dia 27 de abril de 2017.

EDITAL DE REGISTRO DE CHAPA

A Comissão Eleitoral do SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE CORREIOS PRESTADORAS DE SERVIÇOS POSTAIS, TELEGRÁFICOS E ENCOMENDA E SIMILARES DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO – SINTECT/ES, regularmente constituída na forma do artigo 49, nos termos do Edital publicado no Jornal A Tribuna do dia 30/11/2016, em obediência ao artigo 61 e 62 de seu Estatuto Social vigente, vem tornar público pelo presente Edital, para que todos os associados ao Sindicato tenham conhecimento de que foi recebido o registro de 02 chapas. Chapa 01 intitulada “Unidade na Luta”, composta pelos seguintes membros: Presidente – Fischer Marcelo Moreira dos Santos, Vice Presidente – Glaiber Antonio Lima, Secretário Geral – Márcio Flávio Soares Romanha, Diretora de Finanças – Regina Sarmento Gomes, Diretora de Assuntos Jurídicos – Valéria Cristina Ferreira da Silva, Diretor de Formação Sindical – Elenilton Braga, Diretor de Relações Intersindicais – Junaldo de Almeida Fantin, 1º Suplente da Diretoria – Antônio José Alves Braga, 2º Suplente da Diretoria – Diogo Ribeiro Zanardo, 3º Suplente da Diretoria – Rhavy Moraes de Almeida, 4º Suplente da Diretoria – Cleuser da Silva, 5º Suplente da Diretoria – Mario Lúcio Togneri, Secretária da Mulher e Minoria – Maria da Penha Barreto Gomes, Suplente – Deborah Katyellen Ignácio Mendes, Secretário de Juventude, Esporte, Lazer e Cultura – Davi do Amaral Camargo, Suplente – Cláudia Rezende da Mota, Secretário de Saúde do Trabalhador e Anistia – Jurandi Rosa de Oliveira, Suplente – Warlen dos Santos Oliveira, 1º Membro Efetivo do Conselho Fiscal – Maria de Fátima Rezende Vieira, 2º Membro Efetivo do Conselho Fiscal – Francisco Petrônio Bandeira de Melo, 3º Membro Efetivo do Conselho Fiscal – Nizangela Lebarchi, 1º Membro Suplente do Conselho Fiscal – Cosme Mendes dos Santos, 2º Membro Suplente do Conselho Fiscal – Antônio Carlos Assis, 3º Membro Suplente do Conselho Fiscal – Marilane Bonicontre Galdino e Chapa 2 intitulada “Chapa da Base da Categoria”, Presidente- José Antônio Cabral, Vice Presidente- Robson Nascimento, Secretário Geral- Jeová Geraldo de Oliveira da Silva, Diretora de Finanças- Tamila Callegari Fiorio Vieira, Diretor de Assuntos Jurídicos- Gerson Tarcísio Tesch, Diretor de Formação Sindical- Ademar da Silva, Diretor de Relações Intersindicais- José Roberto Coelho Rocha, 1º Suplente da Diretoria-  Luiz Carlos Ferreira, 2º Suplente da Diretoria –  Flamarion da Silva Cunha, 3º Suplente da Diretoria Eliomar Caetano de Andrade, 4º Suplente da Diretoria –  Antônio Henrique Batista Nascimento, 5º Suplente da Diretoria- Lenon Campos Avellar Machado, Secretária da Mulher e Minoria – Penha Soares Netto, Suplente – Núbia Célia Cardoso Santos, Secretário de Juventude, Esporte, Lazer e Cultura – Edson Reis Martins, Suplente – Edson Luiz Scaquetti De Carli, Secretário de Saúde do Trabalhador e Anistia – José Gláucio Araujo Coura, Suplente – José Carlos Ribeiro, 1º Membro Efetivo do Conselho Fiscal – Ceomar Lucas dos Reis Miranda, 2º Membro Efetivo do Conselho Fiscal – Nivia Vieira de Moraes França, 3º Membro Efetivo do Conselho Fiscal – Rosimay Pelluch Carlos, 1º Membro Suplente do Conselho Fiscal – Marcos Antonio Fernandes do Couto, 2º Membro Suplente do Conselho Fiscal – Valeria Cristina Queiroz Tolentino, 3º Membro Suplente do Conselho Fiscal – Walmir Rocha Ferreira que participarão do processo eleitoral para renovação da Diretoria Executiva, do Conselho de Secretários e Conselho Fiscal a realizar-se nos dias 05 e 06 de janeiro de 2017, das 08h às 18h, sendo que a Mesa Fixa 04-CLES Viana , situado à BR262, 222 Vila Bethânia -Viana terá horário de 05h30 às 15h30. De acordo com o artigo 65 do Estatuto Social, fica aberto o prazo de 05 (cinco) dias a contar da publicação do registro de chapa para solicitação de impugnação de candidaturas.

Vitória, 17 de dezembro de 2016

Obadias de Souza Filho
Presidente

João Rafael Scardua – 1º Secretário                                 Gilvando Almeida Santos – 2° Secretário

Abono pecuniário: ECT sofre mais uma derrota

18Decisão ainda cabe recurso, mas abre precedentes para a ação movida no Espírito Santo

A sentença proferida pela juíza da 2ª Vara do Trabalho de Brasília (DF) impôs mais uma derrota à ECT na ação da FENTECT que reclama o pagamento do abono pecuniário, suspenso pela empresa em memorando divulgado no mês de julho deste ano.

abono
Após rejeitar os argumentos de defesa apresentados pelos Correios em primeira instância, a magistrada ressaltou a proteção constitucional ao direito adquirido, justificando que o procedimento de pagamento do abono ao ser adotado pela empresa, integrou o contrato de trabalho de todos os trabalhadores admitidos antes da alteração publicada no referido memorando. Portanto, é um direito que não pode ser suprimido unilateralmente.

A sentença abre caminho para mais uma vitória dos trabalhadores no Espírito Santo, onde o SINTECT-ES move a ação nº 0001151-43.2016.5.17.0001, com audiência já marcada para o dia 18 de julho de 2017.