Comunicado: eleição de delegados sindicais

Ao fim do prazo estabelecido, conforme os editais publicados para a eleição de delegados sindicais para o SINTECT-ES (mandato 2017-2018), recebemos a inscrição dos seguintes candidatos:
CDD Jacaraípe: Flamarion da Silva Cunha, matrícula 8.280.117-7;
GTURN1: Jorge dos Santos, matrícula 8.279.840-0
AC Laranjeiras: Ceomar Lucas dos Reis Miranda 8.278.606-2
AC São Mateus: Claudia da Cunha Teixeira Duarte 8.278.601-1
UD Barra de Itapemirim: Filipe Figueira Loyola 8.279.990-3
CDD Prainha: Joedi de Araújo França 8.279.795-1
CDD Prainha: Roberto Tomé de Souza 8.280.423-0
CDD Jardim Limoeiro: Alessandra Cristina Tagarro Alves 8.280.501-6
AC Leitão da Silva: Luiz Antônio da Silva França 8.280.385-4
CDD Jardim da Penha: Lenon Campos Avellar Machado 8.280.470-2
CDD Jardim da Penha: Ronaldo Ferreira Eler 8.279.355-2
CDD Maruipe: Anderson Nascimento de Souza 8.279.778-1
CDD Maruipe: Jocemir Gonçalves 8.280.420-6
AC Itacibá: Thiago Maciel Ferreira 8.280.267-0
CDD Aracruz: Paulo Sergio Ferreira Braga 8.278.874-0
CDD Sao Torquato: Filipe Azevedo Barbosa 8.280.070-7

Em reunião da diretoria executiva, decidiu-se pelo aceite das candidaturas de Lenon Campos Avellar Machado, Ronaldo Ferreira Eler, Anderson Nascimento de Souza, Jocemir Gonçalves e Filipe Figueira Loyola e assim, abrir delegacia sindical com uma vaga nas unidades do CDD Jardim da Penha, CDD Maruípe e UD Barra do Itapemirim. Dessa forma, no prazo de 15 dias publicaremos os dias de eleição nos setores onde o número de vagas for inferior ao de candidatos e o formato utilizado em unidades com o número igual ao de candidatos .

Fischer Marcelo Moreira dos Santos
Presidente
SINTECT-ES

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Correios Prestadora de Serviços Postais, Telegráficos, Encomendas e Similares do Estado do Espírito Santo – SINTECT/ES, CNPJ: 28.521.474.0001/06

O Presidente do SINTECT-ES, no uso de suas atribuições legais e estatutárias convoca todos os trabalhadores dos Correios do Estado do Espírito Santo, associados ou não para assembleia extraordinária a realizar-se no dia 26 de abril de 2017 no auditório do SINTRACONST-ES sito a Rua Pereira Pinto, 37 – Centro – Vitória – ES às 18:00h em primeira convocação e em segunda convocação às 18:30h, com qualquer número de presentes para deliberar sobre a seguinte pauta:

1 – Em defesa dos Correios 100% Público;

2 – Segurança para os trabalhadores ecetistas;

3 – Contra o processo de demissão e de fechamento de agências;

4 – Por novas Contratações de trabalhadores;

5 – Pelo retorno da entrega diária;

6 – Análise de conjuntura, Reforma previdenciária e Reforma trabalhista;

7 – Deliberar sobre GREVE por tempo indeterminado a partir da 0h do dia 27/04/2017;

Esta instância tem poderes deliberativos e as decisões tomadas atingirão todos os integrantes da categoria profissional independente do comparecimento.

 Vitória, ES 20 de abril de 2017.

Fischer Marcelo Moreira dos Santos

SINTECT/ES

Inscrição para delegado sindical é prorrogada até o dia 20 de abril

Para garantir que as inscrições por correspondência cheguem em tempo hábil, foi prorrogado o prazo de inscrição para os interessados. O cronograma de eleição será disponibilizado neste blog na semana subsequente, assim como as eleições (nos casos necessários). As inscrições poderão ser entregues ao SINTECT-ES pessoalmente, enviadas pelo Correios ao endereço da Sede da entidade ou eletronicamente por arquivo digital totalmente preenchido em PDF.

Resistir e avançar!

O ano de 2017 ainda está começando, mas já são vários os ataques à categoria ecetista. A cada dia nos deparamos com uma notícia pior que a outra. O pacote de maldades anunciado pela diretoria dos Correios, que insiste em uma crise onde só o trabalhador precisa pagar já denuncia o próximo golpe: a privatização. E se ainda há quem não acredita nisso, o próprio presidente da ECT e o Ministro das Comunicações Gilberto Kassab fizeram questão de falar com todas as letras.

2acb7a6d-f7ef-471c-84af-25094b6da94c

SINTECT-ES particiou do ato realizado no dia 31 de março que denunciou o desmonte das estatais

As sucessivas matérias nos jornais sobre os prejuízos nos cofres da empresa, as declarações pessimistas, além das mentiras sobre “megademissões” nos Correios não são por acaso. Fazem parte de uma tentativa de aterrorizar a desmobilizar a categoria. Os trabalhadores, no entanto, estão unificados. As duas federações e seus sindicatos em todo o país planejaram um calendário unificado para barrar a privatização dos Correios e os ataques à classe trabalhadora. Nossa luta começa agora com a construção da greve por tempo indeterminado a partir do dia 27 deste mês. A ideia é somar à GREVE GERAL proposta pelas centrais sindicais contra as reformas trabalhista e da previdência e o projeto que permite a terceirização irrestrita, já sancionado pelo presidente Michel Temer.

Convocamos todos os ecetistas capixabas a resistir e continuar defendendo nossos empregos, mas acima de tudo, a defender nossos direitos já conquistados, pois só assim poderemos avançar juntos e mais fortes.

 

 

XVIII CONSIN: informes jurídicos

As últimas semanas foram marcadas por muita apreensão para os ecetistas. Os sucessivos ataques aos direitos mais básicos da categoria mostram que a fatura do golpe é alto e será cobrada dos trabalhadores. Por isso a FENTECT convocou suas bases sindicais em regime de urgência para o XVIII Conselho de Representantes, realizado entre os dias 28 e 29 em Brasília.

imagem-juridico-1200x570

Os primeiros trabalhos foram realizados com informes do jurídico da Federação, que comunicou aos representantes algumas ações nacionais e orientações gerais sobre os processos mais recentes.

Confira:

SEGURANÇA

A Federação orientou seus sindicatos a ingressarem com ação ou parte interessada em ações no Ministério Público que denunciem a falta de segurança nas unidades de Correios. O SINTECT-ES já havia tomado esta iniciativa e protocolou uma denúncia no MPT-ES no início do mês de março. O processo já foi distribuído para o procurador oficiante.

SUSPENSÃO DAS FÉRIAS

Há possibilidade de questionar juridicamente a decisão da empresa de suspender as férias a partir de maio de 2017. Os sindicatos que ainda não ingressaram com ação estadual devem ser integrar a ação movida pela Federação.

DEMISSÃO

A súmula 247 especifica bem esta questão: a legislação vigente resguarda o trabalhador ecetista, que só pode ser demitido em caso de processo administrativo. Portanto, apesar de alarmantes, as notícias sobre demissão em massa na ECT são parte do expediente da trupe de Guilherme Campos para amedrontar e desmobilizar a categoria. Precisamos nos manter firmes!

VITÓRIA DA CATEGORIA

A ECT foi derrotada na ação dos concursados de 2011, portanto todos os aprovados no último concurso e contratados mediante liminar foram considerados efetivos e não podem ser demitidos.

 

 

Orientação sobre a suspensão das férias

Os ecetistas foram surpreendidos na tarde desta terça-feira (21) com mais uma arbitrariedade da ECT: a suspensão de férias a partir do próximo mês de maio. Sob a justificativa de “contingenciamento de despesas”, a empresa se vale de um dispositivo legal da CLT (já que a data de concessão das férias é uma prerrogativa do empregador), mas de maneira precipitada, pois é evidente que resultará no acúmulo de trabalhadores para gozarem férias em um mesmo período. Além, é importante dizer, na falta de respeito com aqueles que já planejaram seu período de descanso.

Comunicado

O SINTECT-ES coloca o setor jurídico à disposição dos trabalhadores que se sentirem lesados e/ou estiverem com viagem marcada e orienta que entrem em contato para apresentar comprovantes, passagens ou indicadores similares. Também é importante anexar a previsão no RH24 e documentos que comprovem a necessidade de tirar férias no período agendado.

O sindicato aguarda ainda a orientação da FENTECT para que medidas cabíveis possam ser negociadas sem prejuízos para os trabalhadores.

ELEIÇÃO DE DELEGADOS SINDICAIS

Conforme edital publicado no boletim Pombo Correio Urgente nº 097, o SINTECT-ES abriu edital para delegados sindicais em diversas unidades e regiões do Espírito Santo. Para ser candidato a vaga é necessário ser lotado na região de interesse da Entidade e ser filiado ao sindicato. O interessado precisa estar filiado até o fim do período de inscrição no dia 13 de abril de 2017. Após esse período informaremos o formato que a eleição ocorrerá e quais os dias serão as votações nas unidades onde o número de candidatos for superior ao número de vagas. Serão publicados os candidatos no dia 18 de abril de 2017. O mandato dos delegados eleitos será de 01 de maio de 2017 à 30 de abril de 2018.

A relação de unidades e vagas segue abaixo:

AC Anchieta 01
AC Aracruz 01
CDD Aracruz 01
UD Barra de São Francisco 01
AC Barra de São Francisco 01
AC Cachoeiro do Itapemirim / REVEN 2 01
AC Carapina 01
AC Cariacica 01
CDD Cariacica 01
AC Castelo 01
UD Castelo 01
CDD Colatina 01
AC / REVEN 3 Colatina 02
AC Conceição da Barra 01
AC Central Vitória, CDD Centro, Prédio Central 02
AC Ecoporanga 01
AC Expedito Garcia 01
AC Glória 01
AC Guaçuí 01
AC Iúna 01
AC Itacibá 01
CDD Itacibá 01
AC Jacaraípe 01
CDD Jacaraípe 01
AC Laranjeiras 01
CDD Jardim Limoeiro 01
AC Leitão da Silva 01
AC Mimoso do Sul 01
AC Muqui 01
AC Nova Venécia 01
UD Nova Venécia 01
AC Pedro Canário 01
AC Pinheiros 01
AC Piúma 01
CDD Prainha 01
AC Praia do Canto 01
CDD Praia do Canto 01
AC Praia do Suá 01
AC Santa Teresa 01
AC São Gabriel da Palha 01
CDD São Gabriel da Palha 01
AC São Mateus 01
CDD São Torquato 01
CDD Santa Mônica 01
AC Serra 01
AC Venda Nova do Imigrante 01
AC Vila Valério 01
AC Vila Velha 02

A Ficha de Qualificação deve ser assinada nas duas vias e enviadas para o SINTECT-ES pelo correio ou por e-mail preenchida até o dia 13/04/2017 (no caso de envio por email vale a data da postagem). Não serão aceitas fotos enviadas pelo WhatsApp.

Ficha de Qualificação

 

Ecetistas capixabas rejeitam proposta da comissão paritária para cobrança do plano de saúde

Em assembleia extraordinária realizada na noite desta quinta-feira (23), a categoria ecetista capixaba rejeitou – por unanimidade – a proposta da comissão paritária de saúde que visa a cobrança de mensalidade para custeio do plano. Os trabalhadores avaliaram que a proposta é um retrocesso, pois fere um benefício já conquistado e também aprovaram a manutenção do estado de greve com indicativo de paralisação para o dia 15 de março ou antes, caso a empresa descumpra a cláusula 28 do Acordo Coletivo de Trabalho.

10

A assembleia aconteceu nesta quinta-feira (23) no auditório do SINTRACONST-ES

A segurança dos trabalhadores também foi colocada na pauta de reivindicação e uma moção de repúdio à ECT e ao Governo do Estado do Espírito Santo foi aprovada devido aos últimos acontecimentos e à intransigência do governador Paulo Hartung em negociar com a polícia militar, que acabou expondo ainda mais os ecetistas das agências e unidades de distribuição.

O SINTECT-ES segue mobilizando a categoria para que todos se envolvam na luta contra os retrocessos impostos pelos Correios e por uma empresa 100% pública e de qualidade.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLEIA EXTRAORDINÁRIA – SINTECT-ES

Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Correios Prestadora de Serviços Postais, Telegráficos, Encomendas e Similares do Estado do Espírito Santo, CNPJ: 28.521.474.0001/06

O Presidente do SINTECT-ES, no uso de suas atribuições legais e estatutárias convoca todos os trabalhadores dos Correios do Estado do Espírito Santo, associados ou não para assembleia extraordinária a realizar-se no dia 23 de fevereiro de 2017 no auditório do SINTRACONST-ES sito a Rua Pereira Pinto, 37 – Centro – Vitória – ES às 18:00h em primeira convocação e em segunda convocação às 18:30h, com qualquer número de presentes para deliberar sobre a seguinte pauta: 1- Avaliação do Relatório Final da Comissão Paritária de Saúde; 2- Aprovação do Estado de Greve, com indicativo de greve para 15/03/2017, ou a qualquer momento, caso haja descumprimento e alteração do Acordo Coletivo de Trabalho 2016/2017 em relação ao Plano de Saúde; 3- Informes Gerais. Esta instância tem poderes deliberativos e as decisões tomadas atingirão todos os integrantes da categoria profissional independente do comparecimento.

Vitória- ES, 18 de fevereiro de 2017.

Fischer Marcelo Moreira dos Santos

Presidente – SINTECT-ES

SINTECT-ES solicita abono dos dias durante crise de segurança no estado

Diretores do SINTECT-ES se reuniram na tarde desta segunda-feira (13) com a DR-ES e o ASGET para solicitar que os dias não trabalhados da última semana – em função da situação de insegurança gerada pela greve de policiais militares do Espírito Santo – sejam abonados. Desde o primeiro momento o sindicato se posicionou contrário à exposição dos trabalhadores a quaisquer situações de risco e emitiu diversas orientações para que os ecetistas não voltassem ao trabalho enquanto o policiamento não fosse restabelecido.

A DR-ES demonstrou compreensão quanto à reivindicação do abono, inclusive informou que já discutiu o assunto e aguarda um posicionamento sobre como lançar       corretamente no PGP para orientar as unidades. O sindicato se coloca à disposição dos trabalhadores que quiserem relatar situações que tenham causado algum transtorno para que a defesa seja feita junto ao setor jurídico.

01

Sindicato se reuniu com representantes da ECT para tratar dos transtornos causados durante a crise de segurança no estado

Prorrogação do prazo para a entrega dos documentos de auxílio-creche/babá

Outro ponto tratado durante a reunião foi a prorrogação da data para a entrega dos recibos de solicitação do auxílio-creche/auxílio-babá que se encerrou na última sexta-feira (10).

Para que os trabalhadores não sejam prejudicados, visto que estavam diante de uma situação totalmente atípica, o sindicato conseguiu estender o prazo para o dia 16 de fevereiro.

 

Segurança no interior

O presidente do SINTECT-ES, Fischer Marcelo, também levantou a importância do papel social cumprido pelas unidades de Correios do interior, onde bancos e casas lotéricas ainda não estão operando normalmente.

Diante do exposto e como os Correios também atuam como correspondente bancário, Fischer solicitou que o policiamento próximo a essas agências seja reforçado a fim de garantir a integridade dos trabalhadores.